"Que a escrita me sirva como arma contra o silêncio em vida, pois terei a morte inteira para silenciar um dia"



Leia, comente e deixe seu link para que eu possa retribuir a visita.

sexta-feira, 15 de julho de 2011

As Tecnologias e a Educação: Aliados ou inimigos?

O livro há muito tempo tem deixado de ser o único instrumento usado na transmissão e armazenamento do conhecimento. Nos dias atuais vem sido incluídas no processo de ensino-aprendizagem ferramentas, que objetivam auxiliar e facilitar o trabalho dos educadores, com isso vamos abrindo espaço e conhecendo a denominada tecnologia educacional. Essas tecnologias estão penetrando rapidamente no contexto educacional, visto que já faz parte da vida social dos indivíduos, no entanto, para os responsáveis pela educação, sejam na família ou na escola é extremamente importante que conheçam essas tecnologias, e saibam como e quando utilizá-las, para que seus resultados sejam benéficos e não destrutivos.
Essas novas tecnologias diversificam o meio como adquirimos o conhecimento e até o próprio conhecimento, pois permite os alunos o acesso a um mundo mais diversificado e em menor tempo, além de dinamizar o processo pedagógico, atraindo mais a atenção dos educandos, possibilitando uma maior aprendizagem.
Consideramos como ítens dessa tecnologia educacional o rádio, a TV e o computador.
Todos eles são aceitos pela sociedade com excelentes meios de comunicação, e entretenimento, mas sem dúvida, o rádio é o que mais está presente devido ao baixo valor aquisitivo e a capacidade de possibilitar que os ouvintes executem outras atividades enquanto o escutam. Com isso, além da função de distração, ele ainda pode ser usado como ferramenta educativa. Ele, por transmitir informações instantâneas, de pessoa para pessoa (locutor para ouvinte), o que possibilita um alto nível de persuasão. Exemplo disso é o surgimento nos últimos anos das rádios comunitárias e escolares, que funciona como a voz da comunidade, discutindo e divulgando suas opiniões. O rádio pode ser estimulador do pensamento crítico, desde que utilizadas às programações que forneçam elementos necessários para tal fim.
Enquanto isso, o discurso televisivo pode influenciar a formação ideológica do cidadão e promover a mudança de atitude desmistificando conceitos sacralizados na sociedade. Podemos facilmente classificar a TV em três grupos, comercial, educativa e de entretenimento, tais finalidades quando aplicadas em conjunto tem grande influência nos telespectadores, pois é alta a sua capacidade de prender a atenção. Sua abrangência vai muito além quando vemos que a programação, pode também exemplificar modelos de pessoas a serem seguidos, moldando o caráter e o pensamento de quem a vê. São muitos os benefícios do uso da TV e do vídeo, no entanto, por nós não termos o controle do que é exibido, devemos estar atentos, visto que há uma mesclagem do que é bom e humanizador com o que é altamente destrutivo.
Não podemos falar em tecnologias da educação e deixar de citar o computador. Essa porta para o mundo tem se propagado e evoluído talvez, com a velocidade da luz. Acredita-se que ele, por meio da internet e softwares seja umas das mais eficazes ferramentas para promover a educação. A internet disponibiliza recursos que geram a troca de dados e informações instantaneamente, além de ser visualmente atrativa, permite a interação com mais de uma pessoa e de diferentes locais do mundo tudo com um único clique. É interessante ressaltar, que aliado a essa tecnologia, deve ser trabalhado fortemente questões como ética, o que gera o respeito às opiniões alheias e diminui a agressão virtual.
Como educadores precisamos estar cientes que o acesso e uso dessas e outras tecnologias, não nos torna melhores nem piores, como também não garante um bom desempenho dos educandos e o resultado benéfico esperado. As potencialidades desses recursos podem fugir ao controle dos educadores gerando graves problemas e conflitos, afetando o desenvolvimento e aprendizagem, pois assim como facilita o acesso a informações distintas, estas, podem ser verdadeiras ou falsas, e podem ser simplesmente “copiadas”.
Outro fator relevante é que os indivíduos, por estar inclusos em contextos diferentes, com experiências diferentes estão propensos a receber a informação que é transmitida por esses meio de um modo diferente do pretendido, o que pode exercer uma influência negativa e transmissões de ideais antiéticos.
Para concluirmos, ressaltamos que o educador, quando utilizando dessas tecnologias, deve estar atento àquilo que ele esta colocando ao alcance de seus alunos, bem como deve ter o máximo de controle possível do conteúdo e da classe, para que não utilize esse momento pedagógico como fim de distração ou laser. Os objetivos educativos devem estar claramente expostos para que não se desviem do caminho traçado para a aula.

Bom leitores e educadores, vale apena refletir, e se você se benefícia de algum desses meios, vale apena se preparar para isso..

0 comentários:

Postar um comentário

Olá. Deixe aqui o seu comentário sobre esse post.

Reflita sobre isso...

Recados para orkut sobre frases-de-famosos

Passaram por aqui

 
Design by Wordpress Theme | Bloggerized by Free Blogger Templates | coupon codes