"Que a escrita me sirva como arma contra o silêncio em vida, pois terei a morte inteira para silenciar um dia"



Leia, comente e deixe seu link para que eu possa retribuir a visita.

quarta-feira, 27 de julho de 2011

Minha Estréia

"Fiz de minha vida um enorme palco,

sem atores para a peça em cartaz
Sem ninguém para aplaudir esse meu pranto que vai pingando e uma poça no palco se faz
Palco triste é esse meu mundo desabitado, solitário me apresento como astro
Astro que chora, ri e se curva a derrota.
E derrotado,muito mais astro me faço.
Todo mundo reparou no meu olhar triste, mas todo mundo já estava cansado de ver isso
E todo mundo se esqueceu de minha estréia, pois todo mundo tinha um outro compromisso
Mas um dia meu palco escuro continuou e muita gente curiosa veio me ver
Viram no palco um corpo já estendido.
Eram meus fãs que vieram para me ver morrer
Esta noite foi a noite em que virei astro.
A multidão estava lá, atenta como eu queria
Suspirei eterna e vitoriosamente, pois ali o personagem nascia
E eu, ator do mundo com minha solidão morria."

Por, Herzer


1 comentários:

Anônimo disse...

Muito intrressante ...
Tem momentos na vida que realmente temos que morrer para ser reconhecidos...
O Sol...

Postar um comentário

Olá. Deixe aqui o seu comentário sobre esse post.

Reflita sobre isso...

Recados para orkut sobre frases-de-famosos

Passaram por aqui

 
Design by Wordpress Theme | Bloggerized by Free Blogger Templates | coupon codes