"Que a escrita me sirva como arma contra o silêncio em vida, pois terei a morte inteira para silenciar um dia"



Leia, comente e deixe seu link para que eu possa retribuir a visita.

quarta-feira, 23 de março de 2011

Só de sacanagem...

Ouvi esse poema sendo declamado pela cantora Ana Carolina.
Uma bela construção, feita por Elisa Lucinda, uma poetisa brasileira, (pelo conteúdo do texto logo se sabe, não é?).
Bom espero que gostem, e assim como eu, e nossa querinda Elisa, tenham reavivados o saber que realmente "não dá para mudar o começo, mas dá para mudar o final".


"Meu coração está aos pulos!
Quantas vezes minha esperança será posta à prova? Tudo isso que está aí no ar: malas, cuecas que voam entupidas de dinheiro.

Do meu dinheiro, do nosso dinheiro, Que reservamos duramente para educar os meninos mais pobres que nós. Para cuidar gratuitamente da saúde deles e dos seus pais. Esse dinheiro viaja na bagagem da impunidade e eu não posso mais.

Quantas vezes minha esperança vai esperar no cais? É certo que tempos difíceis existem para aperfeiçoar o aprendiz. Mas não é certo que a mentira dos maus brasileiros venha quebrar no nosso nariz.

Meu coração tá no escuro. A luz é simples, regada ao conselho simples de meu pai, minha mãe, minha avó E dos justos que os precederam: “Não roubarás”. “Devolva o lápis do coleguinha”. “Esse apontador não é seu, minha filha”.

Pois bem, se mexeram comigo, Com a velha e fiel fé do meu povo sofrido, Então agora eu vou sacanear: Mais honesta ainda vou ficar!

Só de sacanagem! Dirão: “Deixa de ser boba, desde Cabral que aqui todo o mundo rouba” E eu vou dizer: “Não importa, será esse o meu carnaval, vou confiar mais e outra vez”. Eu, meu irmão, meu filho e meus amigos. Vamos pagar limpo a quem a gente deve e receber limpo do nosso freguês.

Com o tempo a gente consegue ser livre, ético e o escambau. Dirão: “É inútil, todo o mundo aqui é corrupto, desde o primeiro homem que veio de Portugal”. E eu direi: “Não admito, minha esperança é imortal”. E eu repito: “Ouviram? IMORTAL!”

Sei que não dá para mudar o começo Mas, se a gente quiser, Vai dar para mudar o final!"

1 comentários:

Bruno Luiz disse...

Muito boum... rsrs

Porque é irritante mesmo ser espectador da ipunidade. Ou da falsa punidade. Que é pior. Q injuria, desmoraliza, ainda mais as pessoas q estão aí na luta pela nossos diretos e expectativas - e nós, por consequencia.
E que acreditam na democracia, na eficiencia da lei e no apoio de gente influente e 'interessada'.

Mais facil, sempre será, pro povo, desanimar e largar a pátria de mãos, e cair na cachaça do ressentimento, omisso.

Ta. Não digo q sou exemplo de cidadania.srsr Também larguei de mãos. Não vou pregar o q não vivo.rsrs

Mas onde eu vivo, eu vivo pra fazer de onde estou, mais vivo.

Cultivando: educação, cordialidade, prestação, prontidão, amizade, bons olhos.

Eu aposto nos 'pekenos' gestos...

Tudo q vive, surge de 'pekenas' sementes.

Mas pra q? Pra ser o bonzinho? O legalzinho? O certinho?

Muito vago.rs

Só mais um, q afirma: o caminho estreito realmente compensa.

Deus é testemunha, do meu testemunho, por Ele.

O caráter é q traz a justiça, q tanto almejamos. E a justiça, paz.

Que não menos almejada. rrss

Se keremos mudar mesmo o final, temos q mudar onde começa: em nós mesmos.

Nenhuma novidade.rrs

Mas sempre será a solução: pois o mal do homem, é aceitar ser mal.

Vale a pena 'sacanear' também.kkk

Ps: Belo Post Anne... beju do seu mais novo fã.kk

Postar um comentário

Olá. Deixe aqui o seu comentário sobre esse post.

Reflita sobre isso...

Recados para orkut sobre frases-de-famosos

Passaram por aqui

 
Design by Wordpress Theme | Bloggerized by Free Blogger Templates | coupon codes